Meditações para transformar a sua vida. Nada mais.

Você sabe que quer mais equilíbrio para a sua vida, mas não sabe qual é o melhor caminho? Tudo bem. Eu estou dedicada a trazer as melhores meditações para você. Sou uma pessoa compartilhando sua experiência com outras pessoas, por isso você terá acesso a práticas e orientações que consegue colocar em prática. Sou apaixonada pela meditação e quero fazer você se apaixonar também.

Inscreva-se:

  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud
  • Branca Ícone Spotify
  • White Facebook Icon

© 2019 por Meditar com vc

Meditar.com.vc - Almeida & Frantz Ltda

CNPJ: 14.123.114/0001-33

Avenida Dom Joaquim 1515, sala 513 - Pelotas / RS

contato@meditar.com.vc

Ansiedade: um vício emocional

Você acorda cansado?

Tem dores de cabeça? Dores musculares?

Se irrita facilmente?

Sofre por antecipação?

Tem problemas de memória?

Dificuldade de se concentrar?


Se você se identifica com algum destes sintomas você também sofre de ansiedade.


A sociedade moderna está doente, formando pessoas doentes, para um sistema doente.


Vivemos em uma era em que temos que lidar com o excesso de informações e atividades, tendo sempre a sensação de que estamos atrasados, de que falta algo.


E ao longo do tempo este “estar ansioso” se torna um padrão e nos viciamos em todas as reações químicas geradas pela ansiedade em nosso corpo.


Ansiedade: um vício emocional


Sim, nos viciamos na ansiedade. Assim como nos viciamos no álcool, em determinadas drogas e até em algumas comidas, também nos viciamos em nossas emoções, por isso a dificuldade em lidar com a ansiedade é tão grande para algumas pessoas.


Por isso, como combatemos os vícios pensando nossos hábitos, precisamos criar em nossas vidas hábitos saudáveis que nos ajudem a compensar os efeitos negativos da ansiedade.


Pequenas pausas no dia para respirar e observar como nos sentimos, por exemplo, é uma maneira fácil e simples de sairmos do piloto automático e rompermos com o padrão de comportamento que nos aprisiona em um estado ansioso e agitado.


E há algo surpreendente sobre nosso padrão de ansiedade.


Este padrão está "impresso" no nosso sistema nervoso, e como que isso acontece? A explicação está abaixo.


Aprenda a lidar com a ansiedade, inscreva-se na Masterclass: Clique aqui


Ansiedade: por dentro do corpo


No nosso corpo, nós temos um sistema que poderíamos classificar como nosso principal sistema. Segundo Rick Hanson, da Universidade de Berkeley, o nosso sistema nervoso é o que faz a informação circular, e dessa forma podemos afirmar que o sistema nervoso está “espalhado” por todo nosso corpo e é o único que se interconecta e influencia todos os outros sistemas (endócrino, digestivo, cardiovascular, respiratório, imunológico…).


Este sistema nervoso está dividido em 3 partes:

  • Sistema Nervoso Simpático — SNS (que nos possibilita reagir a uma ameaça ou oportunidade),

  • Sistema Nervoso Parassimpático — SNP (que produz uma sensação de tranquilidade, geralmente acompanhada de satisfação), e

  • Sistema Nervoso Entérico (que controla o sistema gastrintestinal).

O SNS e SNP se comportam como uma gangorra: quando um sobe, o outro desce.


A natureza das atividades que exercemos todos os dias nos conduzem a um estímulo do Sistema Nervoso Simpático, nos colocando em uma postura de luta ou fuga, sempre alertas.


Então, se é o SNS que está pesando na gangorra, é o SNP que eu tenho que estimular para equilibrar. E como estimular o Sistema Nervoso Parassimpático para que a gangorra esteja em equilíbrio?


Ansiedade: quebrando o padrão e gerando equilíbrio


Uma das primeiras coisas que aprendemos quando começamos a meditar é a respirar.


Com a respiração consciente, em um primeiro momento, e com exercícios mais avançados de meditação, quando já se está treinado, estimulamos diretamente o SNP.


Estes dados são trazidos Rick Hanson e Richard Mendius em seu livro "O cérebro de Buda", para que possamos entender ainda melhor os benefícios da meditação e da respiração é interessante conhecermos a relação entre estas práticas e o funcionamento do nosso cérebro. A cada dia novas pesquisas surgem, mostrando que o conhecimento secular da meditação pode transformar nossa maneira de encarar a vida.


E qual a vantagem para o meu dia a dia?


A influência tranquilizadora e estabilizadora do SNP ajuda a pensar claramente e a evitar atitudes impensadas capazes de prejudicar a si ou aos outros. O SNP também acalma e tranquiliza a mente.


Você pode já ter tentado diversas maneiras de lidar com a sua ansiedade sem obter sucesso, e por que isso acontece?


Porque precisamos ir na raiz no problema, que eu acredito ser o piloto automático e o super estímulo ao SNS que nos mantém em um estado de alerta constante.


Quando eu paro e respiro naturalmente, saio do piloto automático, pois, quando eu observo minha respiração, estou no momento presente. Não existe como eu observar minha inspiração daqui a 10 segundos ou minha expiração que aconteceu há 30 segundos. Quando eu observo minha respiração, observo minha respiração no aqui e agora, e isso me traz um estado de consciência que é “antidoto” para o piloto automático.


Além disso quando eu respiro conscientemente eu regulo o ritmo da minha respiração e isso permite que meu sistema nervoso encontre um equilíbrio.


Aprenda a lidar com a ansiedade, inscreva-se na Masterclass: Clique aqui


Respiração: vire a chave da ansiedade


Hoje, alguns pesquisadores afirmam que apenas 10 minutos de respiração consciente podem ser suficientes para experimentar os efeitos desse equilíbrio, como acontece no caso da meditação. Em um estudo feito pela Universidade de Waterloo no Canadá, constatou-se que 10 minutos por dia já bastam para tranquilizar o corpo e a mente.


Como os iogues sabem há séculos e os cientistas agora podem provar, os benefícios da meditação são profundos. A meditação é talvez o melhor  instrumento para desenvolver e acalmar nossa mente, cultivando mais paz, concentração, clareza e felicidade.


Aprender a treinar o cérebro e focar nossa atenção é essencial para prosperar e cultivar um desempenho máximo em qualquer atividade.


Uma meditação simples, como focar na respiração, inicia a transição das ondas cerebrais de Beta ou Alpha para o estado Theta. E o que isso quer dizer?


  • O estado de Beta (13 - 30Hz), onde permanecemos a maior parte do dia, está associado ao estado mental de alerta do córtex pré-frontal. Este é um estado do "trabalho" ou "mental": analítico, planejador, avaliador.

  • O estado Alfa (9 - 13Hz), quando as ondas cerebrais começam a desacelerar. Nos sentimos mais calmos e tranquilos. Muitas vezes nos encontramos em um "estado alfa" depois de uma aula de ioga, um passeio em meio a natureza, ou durante qualquer atividade que ajude a relaxar o corpo e a mente. Permanecemos lúcidos, reflexivos. Os hemisférios do cérebro são mais equilibrados (integração neural).

  • E no estado Theta (4 - 8Hz) somos capazes de relaxar. Este é o ponto em que a mente pensante transita para a mente meditativa. Começamos a deixar de lado a mente planejadora e ingressamos em um estado mais profundo de consciência (muitas vezes sentido como um estado sonolento), fortalecemos a intuição mais forte, e aumentamos a capacidade de concentração e resolução de problemas.

É importante saber que a respiração e a mente trabalham em conjunto, de modo que quando a respiração começa a ficar mais profunda e lenta, as ondas cerebrais começam a desacelerar.


Tem dúvidas? Então experimente!


Meditação de 6 minutos para relaxar


Com esta prática você irá experimentar o primeiro pico de equilíbrio na sua vida, vamos observar nossa respiração e transformar o ritmo dela. Uma respiração tranquila tem efeitos incríveis no meu corpo, energia, pensamentos e emoções, alivia a ansiedade e te coloca em um estado de extrema tranquilidade e paz!


Ansiedade: Transformando seus sentimentos


O modo como você respira é o modo como você vive. A qualidade da sua respiração é a qualidade da sua vida.


É simples assim.


Nossa respiração está intimamente conectada aos nossos estados internos, afetando e sendo afetada pelas nossas emoções.


Quando estamos estressados e ansiosos nossa respiração é rápida e superficial, movemos nossos ombros, mantendo apenas uma pequena parte da nossa capacidade pulmonar ativa.


E quando estamos tranquilos e relaxados percebemos que a respiração se transforma e se torna mais lenta, suave e profunda, sentimos também que o abdômen participa da respiração.


Nestes dois exemplos temos uma emoção que afeta a maneira como respiramos, mas podemos fazer o caminho inverso. Através de uma respiração consciente podemos influenciar nossos estados emocionais.


No momento em que eu transformo o ritmo da minha respiração naturalmente começo a experimentar estados mais calmos e tranquilizadores no meu mundo interno.


Aprenda a lidar com a ansiedade, inscreva-se na Masterclass: Clique aqui


Participe desta oportunidade única de assistir a uma MASTERCLASS imperdível e entender como a meditação e a neurociência podem curar sua ansiedade.

E ainda ter acesso a uma meditação exclusiva para relaxar.

Conteúdo 100% ON-LINE e TOTALMENTE GRATUITO.


Inscreva-se! Clique aqui

532 visualizações