Reconhecendo e enfrentando seus medos

Muitas coisas nos deixam ansiosos ou com com medo. Temos medo e preocupações com perdas e mudanças, medo da nossa própria morte, medo de doenças, perda de pessoas queridas, perda do emprego, e medo de grandes desafios.




E também tem medos menores: ansiedade porque estou com o cabelo ruim hoje, medo de entrar em uma reunião despreparado.


O medo pode atacar em qualquer lugar, a qualquer hora, em várias intensidades. E se as bombas de medo não forem suficientes também temos a ansiedade.


Vamos olhar para nossos medos do dia, no aqui e agora.


Reserve um tempo de 10 minutos a meia hora. Use metade deste tempo para observar seus medos. Use a outra metade para contemplar e deixá-los ir embora.


É bom fazer este exercício quando puder se dedicar inteiramente a ele, sem distrações. Conhecer seu medo é uma boa opção:


  1. Observe o que te deixa ansioso. Um caminhão de bombeiros passa com a sirene ligada. Você se preocupa onde está o fogo e se você é afetado? Você passa por uma casa com um cachorro latindo no pátio. Isso te deixa ansioso? Você passa por alguém que você não conhece. Você fica ansioso, pensando se esta pessoa está te cuidando? Quando nada no mundo externo te deixa ansioso, você ainda sente ansiedade geral? Um pensamento surge de alguém que você conhece e que está muito doente. Você pensa na sua própria saúde. Sente ansiedade em relação a isso? As notícias do mundo te deixam ansioso ou com medo? Com o que você está mais preocupado?

  2. Anote alguns dos medos e ansiedades que você sentiu. Se você não tiver papel e lápis, faça uma lista mental. Em seguida, gaste seu tempo restante contemplando as coisas que surgiram. Traga uma dessas sensações à mente, deixe-a estar lá e libere seu medo. Deixe ir. Você pode fazer isso para cada medo individual, para alguns medos recorrentes, ou para todos de uma só vez.

  3. Observe como você se sente depois de fazer isso. Você se sente mais em sintonia com você mesmo? Menos ansioso? Mais ansioso? Mais atento? Se este exercício for útil, tente fazê-lo uma vez por semana.


ENXERGUE, sinta, seja


Tente estas três maneiras de trabalhar com o seu medo. São todas formas de se abrir para a emoção forte, como se fosse um amigo que você está tentando conhecer melhor. Você quer saber porque o medo é do jeito que é.


  1. Enxergue o medo Esse método usa nossa mente lógica e examinadora para descobrir o que é o medo e a ansiedade. Pergunte a si mesmo do que você tem medo. Então pergunte a si mesmo algumas perguntas sobre o que você teme: Qual a pior coisa que pode acontecer? Posso fazer alguma coisa para mudar a situação que me assusta? Olhe mais de perto para aquilo que você tem medo. Veja se você pode dividi-lo em pedaços menores. Este medo está ligado a memórias ou experiências passadas? Estou com medo de que algo aconteça agora, de algo que aconteceu antes, ou de algo que eu acho que acontecerá no futuro?

  2. Sinta o medo Sente-se com o seu medo. Como sente ele em seu corpo? Sua respiração muda quando você está com medo? Você sente outras mudanças corporais? Quais os gatilhos para o seu medo, onde ele aumenta, e depois desaparece?Que emoções estão alinhadas ao seu medo? Tristeza? Raiva?

  3. Seja o medo Este método é profundamente intuitivo. Se você se sentir capaz de fazer isso, tente se identificar completamente com o medo. Seja o medo. Nesse caso, não há diferença entre o medo e você. Quem tem medo? Existe algo para ter medo?


Medo Transformador


Os principais pesquisadores consideram a meditação como uma forma de terapia de exposição. Quando meditamos, nós preparamos nossos medos de uma maneira que possa "extingui-los".


Em termos evolucionários, o medo é adaptativo. Essa intensa carga para o seu sistema nervoso em face a ameaças percebidas pode salvar sua vida. Mas, qualquer comportamento adaptativo (comer e beber, por exemplo), pode sair do controle e acabar prejudicando você. Considere o desgaste do sistema nervoso se toda vez que você entra em uma sala cheia de estranhos, você se assusta em um nível apropriado para ser perseguido por guerrilheiros armados.


A terapia de exposição é um regime comportamental projetado para ajudar pessoas que têm dificuldade em “extinguir” o medo condicionado, como pessoas que sofrem de estresse pós-traumático. A noção de "extinção" vem da psicologia do condicionamento clássico. O cão de Pavlov aprendeu a associar uma campainha com comida e a salivar em resposta, mas depois que a campainha tocou repetidamente sem qualquer acompanhamento, o animal parou de salivar. Essa resposta foi "extinta".


A terapia de exposição procura extinguir uma resposta de medo ao apresentar a alguém um estímulo que normalmente causaria medo, mas impedirá a resposta usual. Tenho medo de falar em público: ensaiando e treinando para perceber suas respostas, você pode eventualmente extinguir seu medo de se levantar na frente de um grupo de pessoas. Em um artigo recente, "A neurociência da meditação", na revista Neuroscience, três grandes pesquisadores - Yi-Yuan Tang, Britta K. Holzer e Michael I. Posner - afirmaram que a meditação pode estar atuando como uma forma de Terapia de exposição. Segundo os autores, “Pesquisas sobre o condicionamento do medo ajudaram a identificar uma rede de regiões do cérebro que são cruciais para a extinção de respostas condicionadas de medo.” E agora, há evidências emergentes de estudos de ressonância magnética que o treinamento da meditação altera essa mesma rede cerebral.


Resumindo, os autores sugerem que, a partir do ambiente seguro que criamos na meditação, podemos expor nossa mente aos medos e, assim, treiná-la para extinguir o medo quando a resposta é negativa.


A pesquisa em neurociência pode confirmar que a prática da meditação nos ajuda a perceber que muitas das coisas que temos medo não são tão assustadoras quanto pensamos.



Para ouvir a meditação sugerida clique aqui: https://soundcloud.com/meditarcomvc/meditacao-para-superar-os-seus


Para ouvir o podcast clique aqui: https://soundcloud.com/meditarcomvc/reconhecendo-e-enfrentando-os


Este conteúdo faz parte de um programa maior criado para quem me acompanha no grupo Meditar Pleno, quer entender como funciona e meditar comigo diariamente? Acessa esta página que eu te conto mais: www.meditar.com.vc/pleno


0 visualização

Meditações para transformar a sua vida. Nada mais.

Você sabe que quer mais equilíbrio para a sua vida, mas não sabe qual é o melhor caminho? Tudo bem. Eu estou dedicada a trazer as melhores meditações para você. Sou uma pessoa compartilhando sua experiência com outras pessoas, por isso você terá acesso a práticas e orientações que consegue colocar em prática. Sou apaixonada pela meditação e quero fazer você se apaixonar também.

Inscreva-se:

  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
  • Branca Ícone SoundCloud
  • Branca Ícone Spotify
  • White Facebook Icon

© 2019 por Meditar com vc

Meditar.com.vc - Almeida & Frantz Ltda

CNPJ: 14.123.114/0001-33

Avenida Dom Joaquim 1515, sala 513 - Pelotas / RS

contato@meditar.com.vc